Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Momento Mais Assustador da Minha Vida

Perguntaram-me: "Lêh, porque não falas sobre o momento mais assustador da tua vida?" Fiquei a pensar durante um bom tempo, pois o mais assustador, assustador, seria... Avaliei os graus de assustador em algumas situações e cheguei á conclusão que, o mais assustador foi quando fui parar aos hospital, depois de um dia inteiro sem poder andar, cheia de dores na perna esquerda.

No final do dia, tinha a perna inchada e roxa... Fui ao centro de saúde e... de imediato para o hospital e com recomendação de pedir uma cadeira de rodas assim que chegasse ao destino, para evitar andar.

Diagnóstico (depois de uma eternidade á espera, e estava ei grávida, fará se não estivesse): uma trombose venosa. Passei a noite no hospital, levei injeções e, no dia seguinte como me sentia melhor, mandaram-me para casa.

Durante 2 semanas não podia andar, a não ser para ir almoçar/jantar e á casa de banho. Tirando isso, sempre na cama e com a perna mais alta do que o resto do corpo. E, para melhorar ainda mais a situação, injeções durante 3 meses e meio, que me alteraram o sistema. Agora ando mais irritadiça, as temperaturas sinto-as nos extremos (mesmo que seja só um calorzito ou uma brisa) e não posso tomar alguns medicamentos.

Por isso, sim, acho que foi o momento mais assustador da minha vida.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Lêh 14.07.2016 09:21

    Foi assim: as meias (só uma na perna em questão) só mas mandaram usar enquanto o coágulo não desaparecesse, depois poderia tirar. Em relação ás injeções, só a primeira (no hospital) foi na barriga, mas como o meu bebé ficou muito irrequieto depois disso, passei a dá-las a mim própria, nas pernas, todos os dias. Depois, disse exatamente o mesmo que tu, que talvez pudesse voltar a acontecer, então a minha médica faz-me ir várias vezes ao hospital onde ando a ser seguida. Mas todos os passos que der, tenho de dar conhecimento ao médico.
  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 14.07.2016 10:57

    Mesmo sendo só uma perna, a outra também já pode ter começado a sofrer do mesmo mas, ainda não ser visível. Daí que, quando usas as meias, mandem usar nas duas, para prevenção.
    Depois de teres a criança, deves precisar de fazer análises, durante o ano seguinte. E tomares algum medicamente para resolver alguma complicação com que fiques.
    Muita gente, na primeira gravidez, sofre disso, deixa de se preocupar e quando lhe aparecem varizes é que se lembram que, se calhar, não foi só por causa da gravidez. O estares grávida é que impede de tomares os medicamentos mais eficazes para resolver isso.
    Que corra tudo bem com a gravidez e que não tenhas mais complicações.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.