Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

5 Coisas que faço sem ninguém ver...

Isto até poderia ser embaraçoso, mas acho que já nem quero saber e resolvi partilhar com vocês estes meus "momentos esquisitos". E os nomeados são...

 

1 - Faço caretas quando ninguém está a ver. Não sei porquê, mas faço e depois começo a rir feita maluca. Devo ser isso mesmo...

 

2 - Falo sozinha. Isso acontece quando estou irritada ou, quando me vêm uma ideia para alguma parte de um dos meus livros, e, se as disser em voz alta, como se fosse num filme, não me esqueço delas.

 

3 - A depilação. Estranho? Pois, mas prefiro fazê-la a mim própria.

 

4 - Dançar. Então se for enquanto faço o jantar e/ou almoço... É braços no ar e aí vai ela.

 

5 - Roubar isqueiros LOL. Gosto de ter isqueiros na mala, pelo menos um. Quem não acha piada é o meu namorado, pois eu costumo roubar-lhe os que ele mais gosta.

 

Atualizem-se pessoas do século passado, por favor!

"Lêh, porquê este titulo?" 

Eu explico. Tudo começou quando o meu namorado (a armar-se em Schumacher), partiu o eixo traseiro do carro. Com a inspeção á porta, começámos uma busca pelo eixo "perfeito", encontrando-o (finalmente) um dia antes da data da inspeção. Como tal, depois do meu namorado sair do trabalho, lá pás nove, fomos todos em romaria para a oficina montar um eixo (contando com o meu pequenote de 2 anitos, deviamos ser uns 7, mas claro que cada um estava ocupado com as suas coisas, visto a oficina ser da minha familia).

Devo dizer que adoro aquilo, talvez porque fui criada no seio de uma familia que vivia daquilo. É a minha praia!

Agora o porquê do titulo do post. Bem, é que, quando o meu namorado diz aos colegas de trabalho, que lhe perguntam: "então P., já montaste o eixo?" e ele responde: "sim, e com a ajuda da Lêh!", eles ficam todos chocados! De olhos esbugalhados e bocas escancaradas!

Gente (da minha terra LOL), porque é que uma mulher não pode perceber de coisas como mecânica? Porque é que não pode adorar essas coisas que sempre foram denominadas masculinas? Por causa disso mesmo? Ah por favor, não me convençem.

Eu não tenho vergonha de dizer que adoro aquilo. Gosto de sujar as mãos de óleo, desmontar motores... E tenho orgulho disso.

A Maggie Acha Que...

Criticar o Wentworth Miller pela sua sexualidade é a coisa mais idiota que poderiam fazer.

Porque é que ninguém (nem mesmo um ator talentoso, fantástico, com milhares de fãs pelo mundo, protagonista de uma das melhores séries de sempre) pode ser o que quiser? Qual é o problema de ser homosexual? Lésbica? Entre todos os outros! Todos merecem respeito! São humanos tão, ou mais, que muitos étero que andam por aí a gabar-se de terem comida esta/e e aquele/a. Pelo menos (de todos os que tive o prazer de conhecer), nenhum deles nunca me faltou ao respeito, ou a outra pessoa, nunca falou mal pelas costas (claro que nem todas as pessoas são iguais). Mas isto tudo só para dizer que EU APOIO-OS A TODOS!

E deixem o ator em paz, porque é muito mau ter de viver a ouvir comentários de gente ignorante.

 

"Lêh, de onde veio esta ideia de..."

Criar um blog?

Ora então foi assim. Eu já queria criar um blog á muito, mas mesmo muito tempo, mas como não sabia o que escrever decidi adiar. Tanto adiei que se passaram anos, e eu sem blog. Via os blogues das outras pessoas, gostava deles, mas na minha cabeça eu não conseguiria postar nada, porque achava que iria "encravar". Então, há coisa de um mês, achei (totalmente por acaso), um blog de uma rapariga muito simpática, brasileira e que também escreve livros. Acho que foi ela a minha inspiração para criar o blog. 

Então, num impulso, lá vem a Lêh, toda despachada e PAMBAS! Cria o blog (porque é que eu estou a falar na 3ª pessoa? Ás vezes assusto-me a mim própria...)

Acho que a ideia nem foi assim tão má. Posso não escrever textos elaborados e enormes sobre assunto preocupantes, ou interessantes, mas isso é porque não quero tornar isto num blog "pesado", quero uma coisa mais leve. Abordo os temas que tiver de abordar, sem medos, mas não vou publicar nenhuma tese LOL.

 

Uma Frase

Estava eu a passar os olhos pelos blogs, a ler as novidades, quando me deparo com esra frase (que já conhecia): "O mundo inteiro é um palco, e todos os homens e as mulheres são apenas os atores." - William Shakespeare. Achei que deveria partilhá-la com vocês.